Archive Page 2

29
jun
09

Lúcio, O Grande Capitão

lucio

Ele não aparece para o grande público (exceto quando faz algumas caretas), não possui contratos publicitários, sua técnica não é refinada. Mas isso não importa, pois o seu papel primordial em campo é destruir as jogadas dos adversários, e isso ele faz com maestria e esbanjando vigor físico.

Lúcio não é o jogador que uma criança que está numa escolinha de futebol almeja ser. Elas preferem se tornar um Cristiano Ronaldo, Ronaldinho ou Messi, porém muitos se esquecem que para a consagração desses jogadores habilidosos existem os tais carregadores de piano, que são tão importantes e que quase não são notados.

Voltemos a falar do personagem principal de nosso texto. Lúcio começou a carreira no Internacional. Em 1999, jogou junto com Dunga e Gonçalves. Ele estava naquele grupo que quase foi rebaixado e foi salvo por um gol do próprio Dunga. Desde que apareceu para o futebol, Lúcio se destacava pelo seu poder de desarme e marcação. Em 2000, Lúcio estava na seleção Sub-23 que sucumbiu diante de Camarões em Sydney. O momento marcante desta partida foi quando ocorreu uma falta na entrada da área de Camarões, Roger pegou a bola para cobrar a falta e Lúcio em uma atitude intempestiva, saiu do campo de defesa tirou a bola das mãos de Roger e deu para que Ronaldinho cobrasse a falta e o resultado foi o gol de empate do Brasil. Porém isso não evitou o fiasco.

Lúcio se transferiu para o Bayer Leverkusen e continuou sua evolução. Outro revés que sofreu na seleção foi a derrota diante de Honduras na Copa América de 2001, mas parece que algo maior estava guardado para o nosso Lucimar.

Em 2002, junto com Edmilson e Roque Jr formou o trio de zaga da Família Scolari. Ta certo que contra a Inglaterra ele falhou no gol de Owen, mas o saldo foi positivo, a seleção foi campeã.

Na Alemanha, Lúcio jogou junto com Juan e lá começou a fabricação da melhor dupla de zaga da atualidade (pelo menos na minha humilde opinião).

Após provar para todos o seu talento e profissionalismo acima da media, Lúcio transferiu-se para o Bayern de Munique, o principal clube alemão. Na seleção, junto com Juan ele conquistou a Copa América de 2004 e a Copa das Confederações em 2005, ambos frente a Argentina. O clima de “oba-oba” para a copa da Alemanha era imenso, mas o time do quadrado mágico não fez a magia jus a magia da sua camisa e foi eliminado em um partidaço de Zidane. Os únicos que não saíram chamuscados após a eliminação foram: Juan, Zé Roberto e Lúcio.

Após Dunga assumir o comando da seleção, Lúcio se tornou o capitão da seleção e homem de confiança em campo. Não esteve no grupo campeão da Copa América devido a uma lesão, mas isso não o fez perder a camisa 3.

Hoje Lúcio colhe os frutos de seu trabalho. Com uma atuação irrepreensível na Copa das Confederações com direito a gol do titulo. O seu choro após o gol mostra que a era das vaidades na seleção acabou. Lúcio é o retrato da Era Dunga como treinador, um grupo que pode não ser brilhante tecnicamente, mas é competente e determinado, assim como o capitão deste time, o gigante Lúcio.

Anúncios
26
jun
09

UFC 100, Site já no ar

ufc100

Dia 11 de julho será um marco na história do MMA mundial. Será o dia da centésima edição do Ultimate Fighting Championship, o maior evento de MMA do mundo na atualidade. O que começou apenas para provar a eficiência do Jiu-Jitsu sobre as outras artes marciais e que depois passou por um período de marginalização chegando a ser proibido na maioria dos estados americanos tendo como grande perseguidor o candidato derrotado por Barack Obama, o Republicano John Mc Cain, hoje é uma das organizações mais valorizadas do mundo. Sob o comando do astuto Dana White e dos irmãos Lorenzo e Frank Fertitta, o UFC divulga sua marca conquistando fãs no mundo inteiro.

Voltando ao assunto, o UFC promete fazer história e quebrar todos os seus recordes de vendas de Pay-Per-View e o trabalho de divulgação já está sendo feito a um longo tempo. As entradas para o evento já estão esgotadas, e os cambistas estão fazendo a festa (quem disse que nos Estados Unidos esta praga não existe) estão vendendo a 450 dólares o ingresso mais distante do octógono. Outra arma de publicidade do UFC é o site que é desenvolvido especialmente para o evento que irá ocorrer. No site do UFC 100 a equipe que o desenvolveu se superou e de longe pode ser considerado o melhor site que a equipe do UFC (ou a equipe contratada pelo UFC, haja vista que nós da área de TI sabemos o quanto existe de terceirização em nossa área) já desenvolveu.

O site é cheio de recursos interessantes, animações e vídeos que instigam o fã do esporte deixando – o cada vez mais ansioso pela chegada do evento. Vale a pena conferir. O endereço é www.100.ufc.com

Fique ligado aqui no blog! Em breve teremos mais posts sobre esse evento que promete ser um marco.

25
jun
09

Ibson, O Sujeito Homem

ibson

Em uma semana onde rolaram boatos de que treinadores andavam puxando o tapete um dos outros, eis que tivemos uma atitude digna de aplausos, Ibson que tem o seu passe vinculado ao Futebol Clube do Porto e está no Flamengo por empréstimo. O seu contrato está prestes a vencer e devido a antipatia do técnico do Porto Jesualdo Ferreira para com os brasileiros. O Porto tinha a intenção de negociá-lo com algum clube do Brasil (Internacional e São Paulo já demonstraram abertamente o interesse), enquanto o Flamengo busca renovar o empréstimo do jogador tendo até já acertado as bases salariais com o atleta.

O Clube do Porto em uma atitude espúria digna de um verme exerceu uma espécie de pressão para que Ibson não atuasse contra o Internacional para poder negociá-lo com algum clube do Brasil. Porém o jogador mostrou amor ao clube que o revelou e profissionalismo por cumprir o contrato em vigor e atuou domingo.

Sua atuação foi ótima, com duas assistências e bastante movimentação no meio-campo.Ibson tem se tornado um líder dentro de campo com atuações dignas de craque e com um caráter impar num universo aonde a trairagem e a falsidade são uma constante.

23
jun
09

Vitor Belfort no UFC?

Vitor Belfort no UFC?

Vitor Belfort em sua última luta contra o Americano Matt Lindland

Vitor Belfort em sua última luta contra o Americano Matt Lindland

Após receber elogios do “Manda-Chuva” do UFC Dana White, Vitor Belfort se sentiu lisonjeado com as palavras do careca. Em entrevista concedida ao Blog Mana a Mano de Guga Noblat, o ex-campeão do Cage Rage e do UFC (na época em que a proprietária era a SEG e não a ZUFFA) ele comentou:

– “Pô, o Dana me deu moral! Sou funcionário do MMA. Já trabalho nisso há muito tempo. Seria uma honra entrar lá e já disputar o cinturão. Seria um privilégio poder enfrentar um grande campeão que é meu amigo. (…) Isso (ir para o UFC) é um sonho e um planejamento da nossa empresa (empresa Belfort). Mas vamos esperar a minha próxima luta”.

Seria bom vê-lo novamente atuando no octógono, ainda mais nessa categoria onde ele caiu como uma luva, porém eu acho que ele não deve chegar disputando o título contra Anderson Silva. Ele deveria enfrentar primeiro ou o japonês Yushin Okami ou o vencedor da luta entre Demian Maia e o experiente Nate Marquardt.

Vitor lutará no dia 1º de agosto contra o campeão dos Médios do Sengoku Jorge Santiago. A promessa é de um grande espetáculo.

21
jun
09

Brasil x Itália

Após 39 anos do tri, Brasil e Itália se defrontam em Pretória. A expressão dos jogadores italianos era de bastante concentração, eles precisavam do resultado para seguir a frente na Copa das Confederações. O começo de jogo foi meio truncado com a Itália marcando sob pressão nos 12 minutos iniciais, num dos raros momentos em que a seleção brasileira conseguiu se desvencilhar da marcação, Ramires acertou a trave de Buffon. Após isso o Brasil se soltou no jogo com destaque para Luis Fabiano e Robinho que chutou oferecendo certo perigo a meta de Buffon. O Brasil passou a explorar a lentidão da defesa italiana que marcava em linhae Cannavarro já não tem mais o vigor físico de 4 anos atrás e suou bastante com os atacantes canarinhos.

A defesa brasileira sofreu a baixa de Juan que sofreu um estiramento e deu lugar a Luisão.  Brasil jogava melhor e quase que por duas vezes Lúcio abre a contagem, o gol estava cada vez mais perto e aconteceu. Após chute de Maicon, Luis Fabiano interceptou a bola e chutou na saida de Buffon abrindo o marcador para o Brasil.

Após isso a porteira abriu e Kaká  formulou uma ótima jogada, passou para Robinho que deixou passar para Luis Fabiano completar para o gol, 2×0 Brasil. Marcelo Lippi pôs Guiseppe Rossi em campo, mas foi o Brasil que marcou mais outro em um ótimo contra-ataque puxado por Kaká que acionou Robinho na esquerda que cruzou visando Ramires porém Dossena jogou contra o patrimônio.

No segundo tempo a Itália voltou com uma proposta ofensiva, Rossi,Pepe e Luca Toni formavam o ataque italiano. Tal atitude deixava sua defesa mais exposta. O Brasil aproveitava para explorar os contra-ataques. A Itália visando ter mais mobilidade no ataque sacou o poste Luca Toni e pôs Gilliardino, o Brasil por sua vez tocava a bola valorizando a posse de bola.

A Itália continuava pressioanndo e aproveitava as brechas deixadas por André Santos, sem sucesso.  Conforme o tempo ia passando, mais a Itália ia se desesperando e na base do “vamo que vamo” quase marca, após Gilliardino ganhar dividida com Júlio César e passar para De Rossi que passou para Pepe chutar em cima de Felipe Melo esta foi a melhor chance da Itália na partida. A Itália começava a gostar do jogo enquanto o Brasil desperdiçava contra-ataques devido as firulas de Robinho.

Dunga sacou Gilberto Silva e Ramires colocando Kleberson e Felipe Melo respectivamente visando gastar tempo. A Itália parte para o tudo ou nada,sem sucesso e o jogo termina 3×0 Brasil, incontestavel. Agora é enfrentar a África do Sul do nosso querido Papai Joel.

Notas:

Júlio César: 7

Quando precisou, ele esteve lá.Seguro

Maicon:6,5

Sempre forte no apoio. Não comprometeu na marcação

Lúcio: 7,5

Monstro na zaga e ainda arriscou umas jogadas no ataque

Juan:6

Estava bem até se machucar

André Santos: 5,5

Tímido no apoio e algumas bolas nas costas.Esteve abaixo do nível da seleção

Gilberto Silva:5,5

Não aparece para o grande público,mas é peça chave no esquema de Dunga

Felipe Melo: 7

Bons passes e boas roubadas de bola

Ramires: 7

Muito veloz,participou da maioria dos lances de ataque

Kaká: 8,5

2 gols começaram no seus pés. Mistura técnica com objetividade de uma forma ímpar

Robinho:6,5

Mais fraco do ataque, muita firula e pouca objetividade

Luis Fabiano: 9

Artilheiro da partida.Foi o terror da zaga italiana

Luisão: 7

Manteve o nível de Juan

Kleberson e Josué: Sem nota

Dunga:7,5

Os críticos estao queimando a lingua

21
jun
09

Vitória X Botafogo

O gramado do Barradão estava horroroso, mas isso não serve de desculpa, pois o gramado é ruim pros 22 jogadores que estão atuando. O Vitória começou a partida com mais posse de bola,  porém foi o Botafogo que finalizou primeiro com Juninho, o mesmo que minutos depois teve uma falha bizarra que resultou no gol de Roger ( Renegado do Fluminense). O jogo seguiu e o Botafogo continuava sem opções de saída de bola com Lúcio Flávio e sua lentidão costumeira e numa bola perdida por Laio no meio-campo, o Vitória puxou um rápido contra-ataque com Roger deixando Emerson no chão e ganhando dividida com Renan que saiu totalmente desesperado do gol,resultado 2×0 Vitória. O Botafogo tentava juntar os cacos e Lúcio Flávio cava uma falta na meia-lua da grande área do Vitória. Juninho cobra falta com violência entre as pernas do fraco goleiro Viáfara descontando para o Botafogo.

Porém em uma desatenção geral da defesa do Botafogo,logo após a saida de bola o Vitória amplia após rebote de Renan, gol de Adriano. O Botafogo continuava tentando se organizar, eis que na primeira jogada trabalhada Alessandro cruza e Batista completa de peixinho diminuindo para o Botafogo. Após o gol em mais uma desatenção da defesa do Botafogo, Apodi chuta da entrada da área com perigo.

No segundo tempo o Botafogo voltou mais organizado acionando mais vezes os laterais, enquanto o Vitória não conseguia reter a bola no campo de ataque. Aos 12 minutos, após chute de Léo Silva, Laio tenta completar de letra mas Viáfara estava ligado. Ney Franco fez algumas substituições que melhoraram o desempenho do Botafogo: Tony no lugar de Laio e Renato no lugar de Léo Silva. O Vitória não conseguia encaixar os contra-ataques e a torcida começava a pega rno pé de Apodi.

A recompensa para o Botafogo chegou aos 27 minutos do segundo tempo com Vitor Simões que recebeu o bom curzamento de Tony. Após o empate o Botafogo dava sinais que poderia até sair com a Vitória de Salvador e começava a pressionar, porém não conseguia traduzir esta tal superioridade em finalizações, ora por falta de capricho no último passe, ora por falha nas finalizações como foi o caso de Renato aos 37 minutos.

Aos 44 minutos o balde de água fria nas pretensões do Botafogo, após uma bola vadia alçada na área e Renan saindo de forma totalmente irresponsável permitiu que o baixinho Apodi completasse de cabeça para o gol calando assim os seus críticos. 4×3 Vitória.

O vitória se mantem firme no G-4, enquanto o Botafogo continua na Zona de Rebaixamento.

Notas:

Renan: 2

Irreconhecivel, falhou de forma bizonha

Alessandro: 4

O cruzamento para Batista não alivia as bolas nas costas que tomou

Juninho: 4

Redimiu-se da falha marcando um gol

Emerson: 3

No mesmo nível do parcerio, ou seja, fraco

Eduardo: 4,5

Quando resolveu apoiar ele melhorou

Leandro Guerreiro:3,5

Pouco combativo no meio-campo

Léo Silva: 3

Parou no 3º gol do Vitória e adora inventar

Batista:5,5

Marcou um gol e deu opção no ataque, não costuma se esconder

Lúcio Flávio:2

Eu não vi, Você o viu?

Laio:4

Caia bem pelas pontas e quase marcou um gol

Vitor Simões: 5

Isolado no 1º tempo.Quando teve parceria marcou o seu

Tony: 3,5

Muita correria,pouca efetividade

Renato:3

Sem rítmo,parece que está dormindo em campo

Ney Franco: 4

É difícil tirar leite de pedra

21
jun
09

Strikeforce Challengers ( Cyborg x Villasenor)

O strikeforce Challengers teve como luta principal, a luta do Mato-Grossensse radicado em Curitiba, Evangelista “Cyborg” dos Santos contra o representante de Alburquerque,Novo México, Joey Villasenor. Além destas lutas,houveram outras, porém o sono me derrotou by armbar e apenas vi esta. Cyborg junto com a sua esposa Cris são os maiores expoentes da escola Chute Boxe no atual. Escola essa que lançou para o mundo do MMA feras do calibre de: Wanderlei Silva, Anderson Silva e Mauricio Shogun, mas que após o fim do Pride F.C sofreu uma baixa consideravel.

Após uma pesagem turbulenta, onde os dois lutadores “trocaram gentilezas”, o que se esperava era uma luta boa, mas a luta foi aquém do esperado.  No primeiro round, os dois adversários se estudaram bastante, Cyborg desferia alguns low kicks enquanto Villasenor contra golpeava com um boxe afiado, Villasenor conseguiu clinchar e levar Cyborg ao chão com uma certa facilidade e assim ficou na guarda de Cyborg desferindo alguns golpes e pontuando.

No segundo round, o brasileiro conseguiu manter a luta em pé fazendo que Joey aceitasse o seu jogo. O muay-Thai de Cyborg é bastante afiado, que o diga a perna de Villasenor que foi bastante castigada por low-kicks fazendo com que ele camianhasse com certa dificuldade e dando a vitória ao brasileiro.

No último round, era a hora dos lutadores darem algo a mais,porém apesar de um bom começo de round por parte de Cyborg,chegando até a quedar o seu adversário, Cyborg não conseguiu mantê-lo no chão. Villasenor conseguiu quedar Cyborg e pontuar, a luta voltou em pé com os dois lutadores bastante exaustos, atrocação era franca,mas Cyborg estava em desvantagem por estar visivelmente mais cansado do que Villasenor que desferia melhores golpes. O round terminou e a decisão ficou a cargo dos juízes que deram a vitória por decisão dividida a Joey Villasenor.

Uma pena, porém devemos avaliar que no jogo do Cyborg existem algumas falhas que são: o cardio e o Jiu-Jitsu. O problema de carido já o prejudicou bastante,lembro da disputa de cinturão no Cage Rage contra James Zikic. Agora é bola pra frente guerreiro, treinar e buscar melhorar o jogo.

Pedro Sousa