Archive for the 'Uncategorized' Category

09
ago
09

UFC 101 – Show e confirmação

anderson x griffin

Rolou neste sábado na Filadélfia o UFC 101 que tinha como luta principal  a disputa de cinturão entre BJ Penn x Kenny Florian na Categoria leve. Porém a luta que mais interessava para nós brasileiros era a luta do curitibano Anderson Silva, atual campeão da categoria até 83 kg contra o ex-campeão da categoria 93 kg Forrest Griffin, luta esta válida na categoria de Forrest.

O evento em si não foi dos melhores, diversas lutas foram decididas pelos juízes. Dois brasileiros: Danilo “Índio” Villefort e Thales Leites perderam suas lutas enquanto Ricardo “Cachorrão” Almeida venceu a sua luta por decisão unânime contra Kendall Grove.

A luta de Anderson era a mais esperada pois seria a sua segunda luta em uma categoria que não é a dele e com um adversário considerado grande para os padrões físicos desta categoria. Forrest Griffin costuma lutar com 102 kg, apesar de pesar os 93 kg obrigatórios na pesagem. A luta começou com Forrest indo para cima e Anderson estudando-o e esquivando. Quando Anderson resolveu atacar, Forrest sentiu a pressão de estar enfrentando o melhor lutador de MMA da atualidade, com as mãos rápidas e afiadas, Anderson dominou Forrest que não o encontrava no octógono devido as esquivas rápidas de Anderson que não protegia sequer o rosto. Anderson acertou um knock down antes de nocautear Forrest, que logo após o golpe saiu correndo do octógono em uma atitude bastante inusitada. Foi um show de Anderson que provou ao mundo que é o melhor lutador entre todas as categorias atualmente no MMA mundial.

Na luta principal da noite, BJ Penn provou que na categoria leve ele é absoluto, dominou Kenny Florian na trocação e quando a luta se desenvolveu no solo, mostrou o seu Jiu-Jitsu afiado e finalizou Kenny com um Mata-Leão no quarto round.

Apesar de ter sido um evento fraco tecnicamente, o UFC 101 valeu pelo show de Anderson Silva e pela confirmação de que não existem adversários no momento para fazer frente à BJ Penn na categoria leve.

10
jul
09

UFC 100 – Prévia das lutas (Lesnar x Mir)

brock lesnar frank-mir

O Main Event será a disputa do título dos pesos pesados entre o fortíssimo Brock Lesnar e o valente Frank Mir. Esta luta será uma revanche, pois Mir derrotou Lesnar no UFC 81 com uma chave de pé, em uma luta que Lesnar estava castigando-o até então. Um fator facilitador para esta vitória foi à inexperiência de Lesnar que fazia a sua segunda luta de MMA.

Brock já foi campeão do All American Wrestling, grande evento de Wrestling dos Estados Unidos. Logo após este feito, Brock foi ser astro da WWE (conhecida organização de Pro-Wrestling). Após conquistar bastante fama e dinheiro e perceber a ascensão do UFC, Lesnar começou a treinar outros fundamentos para poder lutar MMA. Dana White o convidou para lutar no UFC por dois motivos: para dar uma chacoalhada na categoria dos Pesos pesados e por Lesnar ser popular e alavancar as vendas de PPV do UFC. Na sua segunda luta no UFC, Lesnar destruiu o experiente Heath Herring, esta vitória o credenciou para disputa do cinturão contra Randy Couture. No confronto experiência x força bruta, a segunda opção prevaleceu e Lesnar ganhou por nocaute técnico.

Frank Mir é um vencedor só de estar vivo. Você pode perguntar o por quê dessa afirmação, mas a resposta é simples. Mir atravessava o melhor momento de sua carreira quando sofreu um acidente de moto que quase abreviou a carreira de lutador. Quando voltou a lutar após o acidente, Frank Mir não era o mesmo de antes, mas a velha forma voltou contra Antoni Hardonk no UFC 74. Ali foi o retorno de Frank Mir rumo ao topo. Mir possui um bom Jiu-Jitsu com destaque para as chaves de pé e de joelho, e em sua ultima luta surpreendeu a todos nocauteando Rodrigo Minotauro.

Nesta luta o meu favorito é Brock Lesnar, pois Brock conseguiu evoluir bastante desde o UFC 81. Lesnar vem treinando Jiu-Jitsu com o bi campeão mundial absoluto Rodrigo Comprido, logo teremos um Brock mais atento os ataques de Mir. Pode ser que Mir surpreenda, mas Lesnar é o favorito.

10
jul
09

UFC 100 – Prévia das lutas (St-Pierre x Alves)

gsp2thiago pitbull

O quarto combate será sem dúvidas o mais esperado pela torcida brasileira, pois se trata de uma disputa de cinturão envolvendo um brasileiro como desafiante ao titulo. Se trata do cearense Thiago Alves, conhecido como Pitbull. Ele terá uma pedreira pela frente, pois se trata de um dos três melhores lutadores de MMA do mundo na atualidade, o canadense Georges St-Pierre.

St-Pierre é um exemplo de dedicação, segundo relatos de Wagnney Fabiano e Gustavo Ximú que já treinaram com ele disseram que Georges é um bom companheiro de treinos e que está sempre disposto a aprender coisas novas. Georges é faixa preta de Karate Kyokushin e Jiu-Jitsu, porém em suas duas últimas lutas ele deu uma aula de Wrestling e Ground n’ Pound. Podemos definir St-Pierre como um lutador de MMA na essência do significado MMA.

Thiago Pitbull vem em uma seqüência de vitórias de deixar qualquer lutador com inveja, pois ele derrotou nada mais nada menos que Karo Parysian, Matt Hughes e Josh Koscheck. Pitbull possui um Muay-Thai afiadíssimo e uma ótima defesa de quedas, haja vista que os três adversários que eu citei anteriormente são especialistas em quedar os seus oponentes, porém não conseguiram quedar Thiago. Outro fator positivo que podemos citar é a força física de Thiago Pitbull. Ele tem facilidade de ganhar peso para lutar, por exemplo, no dia da pesagem ele chega com 77 kg, na hora da luta ele chega pesando 85kg.

Essa luta eu não arrisco um vencedor, encontramos aqui um típico “50 x 50”. Os dois podem levar, tanto St-Pierre coma  sua técnica ou Thiago com sua força e agressividade.

10
jul
09

UFC 100 – Prévia das lutas ( Bisping x Henderson)

MICHAEL_BISPINGdan henderson

O terceiro embate da noite será entre os técnicos da nona temporada do reality show The Ultimate Fighter. Dan Henderson capitaneou uma equipe só de norte-americanos e Michael Bisping liderou uma equipe só de britânicos. Este TUF foi aquém das expectativas e não revelou nenhum grande lutador como nas edições anteriores.

Dan Henderson tem uma longa história no mundo das lutas, inclusive já até participou da olimpíada em 1992, representando os EUA na Luta Greco-Romana. Ele estreou no MMA em 1997 em um evento realizado em São Paulo, chamado Brazil Open. De lá para cá, ele já travou diversas batalhas e seu cartel registra vitórias sobre Rodrigo Minotauro, Wanderlei Silva e Murilo Bustamante. Junto com Matt Lindland (Medalhista olímpico em Atlanta) comanda o Team Quest. Henderson possui um bom jogo em pé e gosta de clinchar seus adversários, usando sempre os cotovelos e até mesmo os ombros.

Michael Bisping foi o campeão da terceira temporada do TUF e a principal estratégia de marketing de Dana White para a expansão do UFC no mercado europeu. Michael Bisping possui habilidades razoáveis e quando foi devidamente testado, sucumbiu diante de Rashad Evans no UFC 78. Michael Bisping treina no Wolfslair Gym (grande equipe de MMA da Inglaterra) onde tem como parceiro de treinos o ex-campeão da categoria Meio-Pesado Quinton “Rampage” Jackson.

Na minha opinião, a experiência e a malandragem prevalecerão neste combate e Dan Henderson levará a melhor. Não vejo Michael Bisping finalizando, tão pouco nocauteando Henderson, que nunca foi nocauteado. Enquanto Dan Henderson já nocauteou até Wanderlei Silva.

O terceiro embate da noite será entre os técnicos da nona temporada do reality show The Ultimate Fighter. Dan Henderson capitaneou uma equipe só de norte-americanos e Michael Bisping liderou uma equipe só de britânicos. Este TUF foi aquém das expectativas e não revelou nenhum grande lutador como nas edições anteriores.

Dan Henderson tem uma longa história no mundo das lutas, inclusive já até participou da olimpíada em 1992, representando os EUA na Luta Greco-Romana. Ele estreou no MMA em 1997 em um evento realizado em São Paulo, chamado Brazil Open. De lá para cá, ele já travou diversas batalhas e seu cartel registra vitórias sobre Rodrigo Minotauro, Wanderlei Silva e Murilo Bustamante. Junto com Matt Lindland (Medalhista olímpico em Atlanta) comanda o Team Quest. Henderson possui um bom jogo em pé e gosta de clinchar seus adversários, usando sempre os cotovelos e até mesmo os ombros.

Michael Bisping foi o campeão da terceira temporada do TUF e a principal estratégia de marketing de Dana White para a expansão do UFC no mercado europeu. Michael Bisping possui habilidades razoáveis e quando foi devidamente testado, sucumbiu diante de Rashad Evans no UFC 78. Michael Bisping treina no Wolfslair Gym (grande equipe de MMA da Inglaterra) onde tem como parceiro de treinos o ex-campeão da categoria Meio-Pesado Quinton “Rampage” Jackson.

Na minha opinião, a experiência e a malandragem prevalecerão neste combate e Dan Henderson levará a melhor. Não vejo Michael Bisping finalizando, tão pouco nocauteando Henderson, que nunca foi nocauteado. Enquanto Dan Henderson já nocauteou até Wanderlei Silva.

21
jun
09

Brasil x Itália

Após 39 anos do tri, Brasil e Itália se defrontam em Pretória. A expressão dos jogadores italianos era de bastante concentração, eles precisavam do resultado para seguir a frente na Copa das Confederações. O começo de jogo foi meio truncado com a Itália marcando sob pressão nos 12 minutos iniciais, num dos raros momentos em que a seleção brasileira conseguiu se desvencilhar da marcação, Ramires acertou a trave de Buffon. Após isso o Brasil se soltou no jogo com destaque para Luis Fabiano e Robinho que chutou oferecendo certo perigo a meta de Buffon. O Brasil passou a explorar a lentidão da defesa italiana que marcava em linhae Cannavarro já não tem mais o vigor físico de 4 anos atrás e suou bastante com os atacantes canarinhos.

A defesa brasileira sofreu a baixa de Juan que sofreu um estiramento e deu lugar a Luisão.  Brasil jogava melhor e quase que por duas vezes Lúcio abre a contagem, o gol estava cada vez mais perto e aconteceu. Após chute de Maicon, Luis Fabiano interceptou a bola e chutou na saida de Buffon abrindo o marcador para o Brasil.

Após isso a porteira abriu e Kaká  formulou uma ótima jogada, passou para Robinho que deixou passar para Luis Fabiano completar para o gol, 2×0 Brasil. Marcelo Lippi pôs Guiseppe Rossi em campo, mas foi o Brasil que marcou mais outro em um ótimo contra-ataque puxado por Kaká que acionou Robinho na esquerda que cruzou visando Ramires porém Dossena jogou contra o patrimônio.

No segundo tempo a Itália voltou com uma proposta ofensiva, Rossi,Pepe e Luca Toni formavam o ataque italiano. Tal atitude deixava sua defesa mais exposta. O Brasil aproveitava para explorar os contra-ataques. A Itália visando ter mais mobilidade no ataque sacou o poste Luca Toni e pôs Gilliardino, o Brasil por sua vez tocava a bola valorizando a posse de bola.

A Itália continuava pressioanndo e aproveitava as brechas deixadas por André Santos, sem sucesso.  Conforme o tempo ia passando, mais a Itália ia se desesperando e na base do “vamo que vamo” quase marca, após Gilliardino ganhar dividida com Júlio César e passar para De Rossi que passou para Pepe chutar em cima de Felipe Melo esta foi a melhor chance da Itália na partida. A Itália começava a gostar do jogo enquanto o Brasil desperdiçava contra-ataques devido as firulas de Robinho.

Dunga sacou Gilberto Silva e Ramires colocando Kleberson e Felipe Melo respectivamente visando gastar tempo. A Itália parte para o tudo ou nada,sem sucesso e o jogo termina 3×0 Brasil, incontestavel. Agora é enfrentar a África do Sul do nosso querido Papai Joel.

Notas:

Júlio César: 7

Quando precisou, ele esteve lá.Seguro

Maicon:6,5

Sempre forte no apoio. Não comprometeu na marcação

Lúcio: 7,5

Monstro na zaga e ainda arriscou umas jogadas no ataque

Juan:6

Estava bem até se machucar

André Santos: 5,5

Tímido no apoio e algumas bolas nas costas.Esteve abaixo do nível da seleção

Gilberto Silva:5,5

Não aparece para o grande público,mas é peça chave no esquema de Dunga

Felipe Melo: 7

Bons passes e boas roubadas de bola

Ramires: 7

Muito veloz,participou da maioria dos lances de ataque

Kaká: 8,5

2 gols começaram no seus pés. Mistura técnica com objetividade de uma forma ímpar

Robinho:6,5

Mais fraco do ataque, muita firula e pouca objetividade

Luis Fabiano: 9

Artilheiro da partida.Foi o terror da zaga italiana

Luisão: 7

Manteve o nível de Juan

Kleberson e Josué: Sem nota

Dunga:7,5

Os críticos estao queimando a lingua

21
jun
09

Vitória X Botafogo

O gramado do Barradão estava horroroso, mas isso não serve de desculpa, pois o gramado é ruim pros 22 jogadores que estão atuando. O Vitória começou a partida com mais posse de bola,  porém foi o Botafogo que finalizou primeiro com Juninho, o mesmo que minutos depois teve uma falha bizarra que resultou no gol de Roger ( Renegado do Fluminense). O jogo seguiu e o Botafogo continuava sem opções de saída de bola com Lúcio Flávio e sua lentidão costumeira e numa bola perdida por Laio no meio-campo, o Vitória puxou um rápido contra-ataque com Roger deixando Emerson no chão e ganhando dividida com Renan que saiu totalmente desesperado do gol,resultado 2×0 Vitória. O Botafogo tentava juntar os cacos e Lúcio Flávio cava uma falta na meia-lua da grande área do Vitória. Juninho cobra falta com violência entre as pernas do fraco goleiro Viáfara descontando para o Botafogo.

Porém em uma desatenção geral da defesa do Botafogo,logo após a saida de bola o Vitória amplia após rebote de Renan, gol de Adriano. O Botafogo continuava tentando se organizar, eis que na primeira jogada trabalhada Alessandro cruza e Batista completa de peixinho diminuindo para o Botafogo. Após o gol em mais uma desatenção da defesa do Botafogo, Apodi chuta da entrada da área com perigo.

No segundo tempo o Botafogo voltou mais organizado acionando mais vezes os laterais, enquanto o Vitória não conseguia reter a bola no campo de ataque. Aos 12 minutos, após chute de Léo Silva, Laio tenta completar de letra mas Viáfara estava ligado. Ney Franco fez algumas substituições que melhoraram o desempenho do Botafogo: Tony no lugar de Laio e Renato no lugar de Léo Silva. O Vitória não conseguia encaixar os contra-ataques e a torcida começava a pega rno pé de Apodi.

A recompensa para o Botafogo chegou aos 27 minutos do segundo tempo com Vitor Simões que recebeu o bom curzamento de Tony. Após o empate o Botafogo dava sinais que poderia até sair com a Vitória de Salvador e começava a pressionar, porém não conseguia traduzir esta tal superioridade em finalizações, ora por falta de capricho no último passe, ora por falha nas finalizações como foi o caso de Renato aos 37 minutos.

Aos 44 minutos o balde de água fria nas pretensões do Botafogo, após uma bola vadia alçada na área e Renan saindo de forma totalmente irresponsável permitiu que o baixinho Apodi completasse de cabeça para o gol calando assim os seus críticos. 4×3 Vitória.

O vitória se mantem firme no G-4, enquanto o Botafogo continua na Zona de Rebaixamento.

Notas:

Renan: 2

Irreconhecivel, falhou de forma bizonha

Alessandro: 4

O cruzamento para Batista não alivia as bolas nas costas que tomou

Juninho: 4

Redimiu-se da falha marcando um gol

Emerson: 3

No mesmo nível do parcerio, ou seja, fraco

Eduardo: 4,5

Quando resolveu apoiar ele melhorou

Leandro Guerreiro:3,5

Pouco combativo no meio-campo

Léo Silva: 3

Parou no 3º gol do Vitória e adora inventar

Batista:5,5

Marcou um gol e deu opção no ataque, não costuma se esconder

Lúcio Flávio:2

Eu não vi, Você o viu?

Laio:4

Caia bem pelas pontas e quase marcou um gol

Vitor Simões: 5

Isolado no 1º tempo.Quando teve parceria marcou o seu

Tony: 3,5

Muita correria,pouca efetividade

Renato:3

Sem rítmo,parece que está dormindo em campo

Ney Franco: 4

É difícil tirar leite de pedra

21
jun
09

Strikeforce Challengers ( Cyborg x Villasenor)

O strikeforce Challengers teve como luta principal, a luta do Mato-Grossensse radicado em Curitiba, Evangelista “Cyborg” dos Santos contra o representante de Alburquerque,Novo México, Joey Villasenor. Além destas lutas,houveram outras, porém o sono me derrotou by armbar e apenas vi esta. Cyborg junto com a sua esposa Cris são os maiores expoentes da escola Chute Boxe no atual. Escola essa que lançou para o mundo do MMA feras do calibre de: Wanderlei Silva, Anderson Silva e Mauricio Shogun, mas que após o fim do Pride F.C sofreu uma baixa consideravel.

Após uma pesagem turbulenta, onde os dois lutadores “trocaram gentilezas”, o que se esperava era uma luta boa, mas a luta foi aquém do esperado.  No primeiro round, os dois adversários se estudaram bastante, Cyborg desferia alguns low kicks enquanto Villasenor contra golpeava com um boxe afiado, Villasenor conseguiu clinchar e levar Cyborg ao chão com uma certa facilidade e assim ficou na guarda de Cyborg desferindo alguns golpes e pontuando.

No segundo round, o brasileiro conseguiu manter a luta em pé fazendo que Joey aceitasse o seu jogo. O muay-Thai de Cyborg é bastante afiado, que o diga a perna de Villasenor que foi bastante castigada por low-kicks fazendo com que ele camianhasse com certa dificuldade e dando a vitória ao brasileiro.

No último round, era a hora dos lutadores darem algo a mais,porém apesar de um bom começo de round por parte de Cyborg,chegando até a quedar o seu adversário, Cyborg não conseguiu mantê-lo no chão. Villasenor conseguiu quedar Cyborg e pontuar, a luta voltou em pé com os dois lutadores bastante exaustos, atrocação era franca,mas Cyborg estava em desvantagem por estar visivelmente mais cansado do que Villasenor que desferia melhores golpes. O round terminou e a decisão ficou a cargo dos juízes que deram a vitória por decisão dividida a Joey Villasenor.

Uma pena, porém devemos avaliar que no jogo do Cyborg existem algumas falhas que são: o cardio e o Jiu-Jitsu. O problema de carido já o prejudicou bastante,lembro da disputa de cinturão no Cage Rage contra James Zikic. Agora é bola pra frente guerreiro, treinar e buscar melhorar o jogo.

Pedro Sousa